Clipping

03/02/2009 | Série Estudos Telecomunicações

Satélites

A consolidação de fabricantes e de lançadores aumentou sensivelmente os custos para colocar um satélite em órbita

Apesar da crise financeira mundial, o uso crescente de banda larga, TV de alta definição e transmissão de dados deve continuar impulsionando a demanda no mundo por capacidade satelital. A Intelsat, que tem 54 satélites com cobertura global, prepara uma das maiores movimentações de sua história para acréscimo de capacidade.

Nos próximos 15 meses a empresa fará 22 movimentações, entre reposicionamentos e novos lançamentos. Para a América Latina estão previstas três movimentações da frota e o satélite IS I R ganhará nova capacidade na banda C e Ku no terceiro trimestre de 201)9.

As outras 21 movimentações vão mirar outros mercados, principalmente México e Brasil. também com acréscimo de capacidade. Da receita total da Intelsat de US$ 2.1 bilhões em 2007, 11% veio da América Latina e a região consumiu 15% dos serviços prestados mundialmente pela empresa.

Outra operadora que planeja novidades é a Star One. que lançou recentemente os satélites C-I e C-2. acrescentando capacidade aos atuais em órbita, 13-I e R-2. São mais 32 transponders de banda Ku. cobrindo do México ao Chile.

Voltar