Clipping

15/07/2008 - TI Inside Online

Consórcio liderado pela Embratel vence leilão do Gesac

Ministério das Comunicações anunciou que o consórcio Conecta Brasil Cidadão, liderado pela Embratel, venceu a licitação do Gesac (Governo Eletrônico – Serviço de Atendimento ao Cidadão), programa de inclusão digital do governo federal, iniciada em 29 de abril. O consórcio venceu a disputa por um preço de R$ 3,3 milhões por mês e vai fornecer acesso à internet banda larga sem fio a escolas da rede pública e órgãos federais em áreas remotas.

As soluções de internet irão contemplar 12 mil pontos em todo o país. O pregão ganho pela Embratel foi dividido em dois lotes: um para cerca de 6 mil pontos na região Nordeste e o segundo para o restante do país. O acesso à internet será feito em velocidades que variam de 256 Kbps a 8 Mbps. O projeto inclui, ainda, o fornecimento de voz sobre IP (VoIP) para 25% dos endereços contemplados no contrato, além do gerenciamento completo da solução e ferramentas de segurança de acesso à Internet.

A Embratel lidera o consórcio, do qual fazem parte outras três operadoras, com 83% de participação no atendimento dos endereços contemplados. “Estamos muito felizes em contribuir com o avanço do Brasil, participando de um projeto inovador e de grande alcance social como o Gesac”, comemorou José Formoso, presidente da Embratel. Segundo ele, a operadora irá contribuir para a inclusão digital no país, promovendo a educação de milhares de estudantes da rede pública, além do acesso à informação nas regiões mais remotas.

No programa serão beneficiadas prioritariamente comunidades com baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) e que estejam localizadas em regiões onde as redes de telecomunicações não oferecem acesso local à internet banda larga.

O objetivo do Gesac é chegar às regiões mais remotas do país, em que existem grandes entraves para a instalação de infra-estruturas complexas de telecomunicações e de tecnologias convencionais de acesso à internet em banda larga. Nesse contexto, o lançamento recente dos satélites Star One C1 e C2 fazem parte da estratégia da Embratel para atender às demandas do Gesac e foram fatores decisivos na vitória do consórcio na licitação. Juntos, os dois satélites duplicarão a capacidade de telecomunicações via satélite do Brasil.

Voltar