Release

11/05/2015

Embratel comemora 30 anos de lançamento do primeiro satélite brasileiro

A Embratel comemora trinta anos do lançamento do primeiro satélite geoestacionário brasileiro ao espaço. Com o Brasilsat A1, a empresa iniciou, em fevereiro de 1985, a operação da primeira rede de satélites domésticos de telecomunicações da América Latina. Este lançamento permitiu ao Brasil iniciar a interiorização das telecomunicações em ampla escala no território nacional, diminuindo progressivamente o grau da dependência brasileira no aluguel de capacidade em satélites estrangeiros.


A partir desse início histórico, com o crescimento da frota, a empresa mudou de nome e hoje, como Embratel Star One, opera seis satélites (Star One C1, C2, C3, Brasilsat B4, Brasilsat B2 e B3). Durante todos esses trinta anos, a operação tem sido feita inteiramente por brasileiros. Engenheiros, técnicos, astrônomos e analistas absorveram conhecimento e uma experiência das mais relevantes para o País.


Seguindo sua visão de ampliação contínua e sustentável, a Embratel Star One lançará dois novos satélites em breve: o Star One C4 neste ano e o Star One D1, em 2016. ¿Estamos muito felizes por comemorar 30 anos de operação da maior frota regional de satélites do Brasil e da América Latina. O pioneirismo da Embratel marcou a independência nacional nos serviços de telecomunicações via satélite e permitiu, inclusive, a difusão das comunicações e de sinais de TV para milhares de residências brasileiras¿, diz Gustavo Silbert, Diretor Executivo da Embratel Star One.


Em 1985, o Brasilsat A1 foi lançado por um foguete Ariane, a partir da base de lançamento de Kourou (Guiana Francesa), e posicionado em órbita geoestacionária sobre o território brasileiro. Na ocasião, o investimento foi de cerca de US$ 125 milhões. Este primeiro satélite e o seguinte receberam a designação de Brasilsat A1 e A2, respectivamente, tendo iniciado o chamado Sistema Brasileiro de Telecomunicações por Satélite ¿ SBTS. A segunda geração de satélites Brasilsat, lançada em 1994, passou a ser chamada de Brasilsat B1 a B4, sendo seguida pela terceira geração com o Star One C1, em 2007, e pela quarta geração a ser iniciada em 2016 com o Star One D1.


A Embratel Star One é a única latino-americana entre as dez maiores empresas de satélite do mundo, segundo o ranking mundial Top Fixed Satellite Service Operators, da Space News. "Esse reconhecimento reflete o trabalho que estamos realizando no Brasil e em toda a América Latina", afirma Silbert, destacando que a Embratel Star One também foi a primeira empresa no mundo a receber o certificado ISO 9001:2000 pelo serviço de controle de satélites. Essa certificação coloca a empresa como uma das mais confiáveis por conta de seus sistemas de controle.


Atualmente, a capacidade dos satélites da Embratel Star One suporta uma vasta gama de soluções para clientes dos segmentos de telefonia, TV, dados e redes corporativas no País. A empresa oferece capacidade de satélites para grande parte das 500 maiores companhias do Brasil, para as principais emissoras de TV, canais independentes e diversos órgãos do Governo Brasileiro. A capacidade crescente de sua frota permitirá à empresa expandir a oferta para toda a América Latina.


Os recentes investimentos feitos pela Embratel Star One também ampliam a capacidade de transmissão para ocasiões que demandam uma infraestrutura ainda mais robusta. ¿Possuímos experiência na oferta de soluções de telecomunicações para grandes eventos esportivos nacionais e internacionais. Viabilizamos a transmissão da primeira Copa do Mundo a cores em 1970 e, desde então, transmitimos importantes competições, como Jogos Olímpicos, Panamericanos, Copas do Mundo, Fórmula 1, Rio Open, entre outras¿, complementa Silbert. A Embratel foi uma das primeiras empresas a apoiar a candidatura do Rio de Janeiro como sede dos jogos e é Fornecedora e Patrocinadora Oficial dos Jogos Olímpicos Rio 2016, junto com a Claro, na categoria Telecomunicações.


Excelência mundial
Além de líder e pioneira na oferta de soluções via satélite na América Latina, a Embratel Star One obteve o certificado ISO 9001:2000 devido ao trabalho de excelência que desenvolve a partir de seu Centro de Controle de Satélites de Guaratiba. A empresa controla, monitora e gerencia sua frota satelital por meio de uma equipe de engenheiros e técnicos brasileiros altamente especializados. O local possui um dos maiores parques de antenas da América Latina e tecnologia atualizada para atendimento aos clientes dos diversos setores. Essa estrutura coloca a Embratel Star One como uma das empresas mais confiáveis do mundo por conta de seus processos de controle de satélites. Além disso, a empresa é credenciada de acordo com as normas do Inmetro no Brasil, da Ansi-Rab nos Estados Unidos e RVA na Holanda. Pioneira em vários aspectos, a empresa obteve seu primeiro certificado desse tipo ainda em 1998 e continua um passo à frente do mercado em termos de qualidade. Em 2011, para atestar à segurança de operação de sua frota, a Embratel Star One se associou à SDA (Space Data Association), principal instituição que presta serviços de vigilância espacial a Operadores de Satélites. Atualmente a Star One ocupa uma posição no board da SDA.


Sobre a Embratel Star One
A Embratel Star One é a maior operadora de satélites na América Latina. Criada em dezembro de 2000, possui em operação cinco satélites GEO (Star One C1, C2, C3 e C12 e BrasilSat B4), e dois em órbita inclinada (BrasilSat B2 e B3). Em breve, a empresa terá dois novos satélites. A capacidade dessa frota de satélites suporta toda uma gama de soluções para grandes empresas, governo e clientes dos segmentos de telefonia, TV, TV por Assinatura, dados e redes corporativas. Mais informações: www.starone.com.br.


PLANIN Assessoria de Comunicação e de Imprensa Embratel e Star One
Angélica Consiglio e equipe tel. (11) 2138-8900 www.planin.com
Tels. (21) 2121-6336, (11) 2138-8921 e (11) 99545-3946
E-mail: embratel@planin.com

Voltar