Release

23/12/2016

Embratel Star One anuncia lançamento do Star One D1 para complementar a maior frota de satélites da América Latina

Nova capacidade satelital será oferecida pelo Grupo América Móvil

A Embratel Star One, a maior operadora de satélites da América Latina, anuncia o lançamento bem-sucedido do Star One D1. O novo satélite é resultado de mais de US$ 400 milhões de investimento e garantirá a oferta de uma nova capacidade satelital sem precedentes no Brasil e nas Américas do Sul, do Norte e Central. Está equipado com Bandas C, Ku e Ka para permitir novos serviços de Internet e Banda Larga de baixo custo via satélite.

“Estamos muito felizes com o anúncio de hoje, que reforça nossa liderança de mercado no Brasil. Vamos ampliar as transmissões de dados do grupo, ter uma nova estrutura de backhaul de telefonia celular e acelerar a disseminação de Banda Larga no Brasil”, comemora José Felix, Presidente da América Móvil no Brasil, grupo de telecomunicações responsável pela Embratel Star One, Embratel, Claro e NET.

Como nono integrante da frota da empresa, o Star One D1 é o maior já construído pela Embratel Star One. Faz parte da quarta geração, batizada como Família D, e complementa a estrutura já composta por cinco satélites em órbita geoestacionária (Star One C1, C2, C3, C4 e C12) e por três em órbita inclinada (Brasilsat B2, B3 e B4).

“Com esse lançamento, fortalecemos nossa posição como uma das maiores empresas de satélites no mundo e reafirmamos nosso compromisso em assegurar o crescimento e a qualidade da frota da Embratel Star One”, diz José Formoso, CEO da Embratel.

A Embratel Star One foi pioneira na comunicação via satélite no Brasil ao lançar, em 1985, o Brasilsat A1, que também deu início à primeira geração de satélites brasileiros para comunicação doméstica na América Latina. “O Star One D1 inicia a quarta geração de satélites da empresa e se destaca por oferecer as mais avançadas tecnologias do mundo”, afirma Gustavo Silbert, Presidente da Embratel Star One.

O Star One D1 ocupa a posição orbital de 84° W e está equipado com as Bandas C, Ku e Ka – tecnologia que disponibiliza novas aplicações satelitais a custos atrativos. Com 6,3 toneladas, o novo satélite foi construído pela empresa canadense-americana SSL – Space Systems Loral e foi lançado em órbita por um foguete da francesa Arianespace. Possui 28 transponders (receptores e transmissores de sinais) em Banda C para garantir a disponibilidade de sinais de voz, TV, rádio e dados, incluindo Internet. Tem 24 transponders na Banda Ku para assegurar a oferta de serviços de transmissão de vídeos, além de Internet e telefonia para localidades remotas. Cerca de 300 transponders em Banda Ka permitem o acesso à Banda Larga de baixo custo via satélite e a transmissão de dados em altíssima velocidade. Com a Banda Ka, ampliará também o uso de aplicações corporativas de praticamente todo o território brasileiro e criará uma nova estrutura de backhaul de telefonia celular para toda a América Latina, integrando o backbone do Grupo América Móvil com suas redes periféricas, criando, assim, uma infraestrutura de telecomunicações ainda maior.

Por meio de sua frota, a Embratel Star One oferece capacidade satelital para as maiores empresas do País, principais emissoras de TV, canais independentes, bancos e diversos órgãos do Governo Brasileiro, recebendo e transmitindo sinais de televisão, rádio, telefonia, Internet e dados para aplicações de entretenimento, telemedicina, tele-educação e atividades empresariais. “Com o Star One D1, vamos assegurar ao mercado a continuidade dos serviços em Banda C e ampliar as ofertas disponíveis de dados, vídeos e Internet de alta velocidade”, diz Silbert.



O maior centro de controle do Brasil
A Embratel Star One possui o maior e mais moderno centro de operações de satélites do Brasil e da América Latina. Localizado em Guaratiba (Rio de Janeiro), o local controla, monitora e gerencia sua frota satelital por meio de uma equipe de engenheiros e técnicos brasileiros altamente especializados. O espaço tem um dos maiores parques de antenas da América Latina e tecnologias para uso por empresas dos mais diversos setores e por órgãos do governo.

Além de líder e precursora de soluções via satélite na América Latina, a Embratel Star One foi a primeira empresa no mundo a receber o certificado ISO 9001:2000 pelo serviço de gerenciamento satelital a partir de seu Centro de Controle de Guaratiba. Essa certificação coloca a companhia como uma das mais confiáveis do planeta devido à qualidade de seus sistemas e sua equipe altamente capacitada. A Embratel Star One é credenciada de acordo com as normas do Inmetro (Brasil), da Ansi-Rab (Estados Unidos) e RVA (Holanda). Pioneira em vários aspectos, a empresa continua um passo à frente em termos de qualidade. Em 2011, para garantir a melhor segurança de operação de sua frota, associou-se a SDA (Space Data Association), principal instituição que presta serviços de vigilância espacial a Operadores de Satélites. Além disso, a companhia tem participação ativa na entidade e, atualmente, ocupa posição na diretoria da SDA.

Os serviços satelitais do Star One D1 já podem ser contratados e as entregas começam a valer a partir do primeiro trimestre de 2017, quando o satélite inicia a fase de operação comercial.


Voltar